Tag: os noivos

Na saúde e na doença 

Há 5 anos, eu fiquei internada por quase 1 mês por causa de uma doença grave. Meu marido, então meu namorado, foi me visitar todos os dias. Todos. Quem já ficou internado sabe que o tempo não passa no hospital, que cada semana equivale a 1 mês. As visitas diárias dele marcaram minha rotina, me faziam ansiar pelo momento de ver e abraçar ele. Quando completamos 1 ano e 1 mês de namoro, eu ainda estava internada e ele não poderia me dar flores como de costume, porque o hospital proibiu. Ele me deu um monte de chocolates e um cartão desses que vendem em papelaria, com o tema de casamento, que são feitos para dar junto com o presente de casamento. Lá ele me chamou pela primeira vez pelo apelido que até hoje nos chamamos, Ssaura (ele é o Ssauro), que fez parte da nossa hashtag de casamento: casamentossauro. Nesse dia, passeamos pelo meu andar do hospital, nos divertimos, vimos desenho juntos… Ou seja, ele fez esse dia ser especial mesmo devido a essas circunstâncias.

291955_2063966042272_1812450534_n

Naquela época eu confirmei em meu coração que era esse o tipo de homem com quem eu tinha que passar o resto da minha vida, porque ele já estava colocando em prática o “amar e respeitar, na alegria e na tristeza, na saúde e na doença”.

Hoje sei que eu poderia fazer de tudo, até doar a ele minha última gota de sangue, que eu jamais seria capaz de retribuir completamente tudo o que ele fez por mim naqueles dias.

Por isso eu digo: case-se com quem te faz bem. Com quem te quer bem. E com quem não fica ao seu lado apenas quando você está bem.

Entrevista com a noiva – essa mesma, que vos fala – após o casamento civil.

Pois é, eu sou doentia a ponto de fazer uma entrevista comigo mesma.

12718055_10205912919205623_3421102944881608016_n.jpg

As perguntas são as mesmas que fiz para a Paty, apenas com algumas adaptações.

Blog Tô Casando: Seu casamento cerimonial será daqui 12 dias. Falta muita coisa?

Mayra: Sim e não! Apenas pequenos detalhes, como preparar algumas coisinhas da decoração e levar tudo pro buffet!

BTC: Seu civil já foi e agora falta o religioso. Você já se sente uma mulher casada? Ou se sente “meio casada”? Ou ainda sente que dá pra ir até o chão com a Single Ladies?

Mayra: Que nada! Olho pro meu noivMARIDO e fico indignada que legalmente ele é meu marido hahaha

BTC: Durante o planejamento do casamento, quantas pessoas você teve vontade de matar? Alguém conseguiu despertar a Bridezilla? 

Mayra: Provavelmente quis matar tanta gente que até perdi as contas! A gente já está em uma fase sensível, mas as pessoas não entendem, colocam a vontade delas acima da sua e acham isso ok. Pra muita gente tive vontade de dizer: gente, é o MEU casamento, o seu já foi! Bom, pelo menos o noivo eu não quis matar, então posso me considerar sortuda hahaha

BTC: O que você está vivendo hoje em relação aos preparativos que no começo você NÃO FAZIA IDEIA de que viveria?

Mayra: Eu achava que a essa altura eu estaria mais atolada de coisas a fazer, mas como fizemos bastante coisa com antecedência, até que AGORA está tudo sob controle. Ah, o que está dando trabalho é a mudança pro apê, que a gente planejava ter feito há meses… E que não foi possível por motivo de ~forças maiores~ (aka pessoas enroladas).

BTC: Algumas noivas reclamam que o noivo não participa muito dos preparativos. Qual foi o grau de participação do seu?

Mayra: Ele me deixou orgulhosa! Participou de tudo, e com um sorriso no rosto, opinou, pesquisou, foi junto… Não tenho do que reclamar dele!

BTC: Alguma dica importante para as noivas que estão começando a planejar o casamento?

Mayra: Faça tudo com muita antecedência, não pense que “não precisa fechar/fazer agora, esse detalhe pode esperar”. Não, não pode. Teve tempo e oportunidade de fazer alguma coisinha da decoração? FAÇA. Senao você vai pirar nos últimos 3 meses – como eu.

BTC: Que dica você daria para as noivas sobreviverem às últimas semanas?

Mayra: Ainda estou tentando descobrir hahaha

 

Logo mais vou contar em detalhes como foi meu casamento civil e o brunch de comemoração, tudo isso recheado de fotos <3

A pesquisa dele X a minha pesquisa | Causos dos noivos

Estávamos no sofá do apartamento dele.

Ele, de laptop no colo, pesquisando eletrodomésticos para nosso futuro lar.

Eu, de celular na mão, acompanhando a pesquisa com ele.

Mas sou geminiana, posso cair fácil na distração – de verdade, posso estar falando com você sobre Arquivo X e aí você menciona alguma coisa que me lembra outra coisa, que me leva a lembrar de outras X coisas… Que me leva a me questionar e pesquisar: quanto custa um pé de alface? Isso tudo em uma fração de 1 segundo.

Bom, me conhecendo há quase 5 anos e meio, ele tirou o celular da minha mão e o deixou do outro lado do sofá, para eu me focar na pesquisa com ele.

Até que houve um momento em que ele se levantou e foi para a cozinha, a fim de verificar a capacidade em litros do liquidificador da mãe dele, para ver se o modelo que gostamos tinha uma capacidade ok. Mas, de pirraça, ele levou consigo meu celular… Mas deixou o laptop no sofá.

Quando voltou, me flagrou mexendo. Foi ver o que eu estava pesquisando.

– Eu não acredito que, enquanto pesquiso coisas pra nossa casa, você está pesquisando isso!

Minha pesquisa:

Screen Shot 2016-02-22 at 1.56.04 PM.png

Porque eu queria ouvir isto:

 

Quem pode me culpar?

Life-a-a-Princess-merida-34917500-1920-804.jpg

%d blogueiros gostam disto: