Tag: lista de convidados

O marco dos 3 meses | 4 dicas para sobreviver a essa fase infernal.

Ao ficar noiva, você pensa que vai ter um planejamento tranquilo. Você é superzen, dificilmente algo te irrita e você pensa que ninguém vai despertar a bridezilla em você.

Até alguns meses antes do casamento, você consegue seguir com este plano. As pessoas perguntam se você já está pirando e você, calmamente e com um sorriso no rosto, diz que não, que está tudo sob controle.

vida_feliz.jpg
“Tenho todo tempo do mundo!”

Até faltarem 3 meses para o casamento.

Você começa a fazer as contas de passagem do tempo, e percebe que 3 meses passam voando.

tumblr_nlf2itK8sx1tcsnxlo1_500.gif
“Meu Deus, fiquei noiva há 9 meses e parece que foi ontem…”

Você olha a lista de coisinhas que ainda estão faltando (aquelas que você disse: “ah, não preciso resolver isso agora!”) e percebe que ela está imensa.

giphy.gif
“Foto da recepção, porta-guardanapos, tag de agradecimento, presente pra minha mãe, nomes nas barras do vestido……..”

Pela primeira vez você de fato está pirando. Justamente quando as pessoas perguntam:

– Ah, falta tão pouco! Já está tudo encaminhado, né?

E você começa a pensar: OMG, ainda não comprei x, y, z…

É nessa fase também que os parentes começam a se lembrar que você não fez convite pro Tio Marlindo, e que ele PRECISA ir… Sendo que a lista já está fechada e o buffet e demais fornecedores já estão pagos.

Já ouviram falar em Inferno Astral, que é o mês que antecede o aniversário, onde tudo parece travado e que nada dá certo? Quando se trata de casamento, é como se você também vivesse em um Inferno Astral… Mas que dura 3 meses!

cinemagraphs - scared woman.gif
“NAUMPODISSÊ!”

Nenhuma noiva está imune a um pouco de agonia nessa fase, mas se você se organizar desde o começo, essa fase pode não ser tão estressante.

Com base no que foi para mim, vi que 4 coisas poderiam ter me ajudado muito se desde o começo eu tivesse feito.

  1. A partir do momento que começar a definir elementos da decoração, ainda mais se for DIY, já tome as providências para comprar ou fazer. Essas coisas não são essenciais de serem feitas logo, como fechar o local da festa e cerimônia, por exemplo, mas vai facilitar muito que você já as providencie sempre que surgir uma oportunidade. Eu passei por um hiato de atividades no casamento quando faltava cerca de 5 meses, porque o que era vital de ser feito eu já tinha feito, e pensei que poderia deixar o resto pra depois… Que erro! Se tivesse tomado as devidas providências, eu não estaria à base de Prozac a essa altura do campeonato haha
  2. Comece a listar tudo: desde as coisas que você já comprou ou fez, até tudo que você precisará levar ao salão antes e no dia do casamento. Além de você se lembrar de tudo que já tem (porque, minha cara, sua memória vai ficar péssima com o estresse. Estou como a Dory agora, e olha que minha memória sempre foi ótima.), você passará a ter noites mais tranquilas. Comecei a fazer isso apenas há 1 mês, e os episódios de insônia começaram a diminuir.
  3. Guarde tudo (desde objetos, até contratos) em um lugar só. Eleja um cantinho da sua casa como o “cantinho do casamento”. Assim, não corre o risco de você perder alguma coisa (lembre-se, você vai virar a Dory).
  4. Antes de fechar a lista de convidados e, consequentemente, o número de pessoas para os fornecedores, pergunte aos seus pais e sogros quem seria vital que seja convidado. Peça para puxarem pela memória, insista. Assim, você não corre o risco de ter de ligar na gráfica desesperada pedindo para incluir um nome a mais nos envelopes.

Espero que essas dicas ajudem você a não surtar como eu surtei, e se você já chegou no marco dos 3 meses…

2lfcul.jpg

Boa sorte!

Blog Tô Casando apresenta: o milagre da multiplicação dos parentes. | Ou: todo mundo tem um Tio Marlindo na família. | #ComoLidar

É impressionante: você passa a vida toda achando que tem uma família pequena, mas basta colocar um anel de noivado no dedo que os tempos de milagre começam…

O milagre da multiplicação dos parentes.

multitud_jesus.jpg
De onde saiu tanta gente?

Você já fechou a lista de convidados.

Está tudo lindo!

Aí vem pai/mãe/avó dizendo:

Ih…. Mas você não convidou o Tio Marlindo! Puxa vida… Ele te deu um sapatinho quando você tinha 3 meses. Não, não 3 meses de vida, 3 de gestação…

Aí você questiona: quando foi a última vez que Tio Marlindo me viu?

Nisso, o parente fica sem graça e responde:

Ah… Acho que quando você nasceu…

Boa! Então por que cargas d’água tenho que convidar esse tio que nem conheço e já está me dando despesas pakas?

É que fica chato…

Bom, então é isso, não tem muito como escapar.

Ou você firma o pé e fala: Tio Marlindo não é convidado!

no.gif

Ou você abaixa a cabeça e faz correndo um convite para Tio Marlindo, afinal, você já tem mil coisas para fazer, e discutir com a família não está no topo da sua lista de prioridades.

large.gif
No momento, minha vida é uma bagunça.

 

Podem até te falar que por causa da distância, Tio Marlindo não vem para a festa.

Mas ele vem. Tio Marlindo sempre vem.

 

Vai ser aquele parente que é mais espaçoso, que fala mais alto, que se sente mais importante na festa (quer usar o véu também, Tio Marlindo?), dá vexame…

baf784a27328e01057685fe1f16c912a.gif

e ainda sai reclamando.

1358718320753747_animate.gif
“Pior casamento que já fui.”

De qualquer forma, é bom deixar claro para a família que o casamento é apenas para a família próxima e que eles não têm permissão para sair convidando todo e qualquer parente sem antes consultar vocês.

Senão…

multidao2.jpg
Dentro do círculo: seus convidados. Fora: “Tios Marlindos”.

 

Lista de convidados | #ComoLidar

10 entre 10 noivas concordam: a pior hora dos preparativos é a de fechar a lista de convidados.

Eu ainda não finalizei a minha, mas ela está praticamente fechada desde maio desse ano.

Que você deve considerar chamar pessoas que seus pais e parentes próximos querem convidar: claro. Desde que eles também tenham noção, né?

Mas sempre tem aquela pessoa querendo convidar quem você não conhece.

Então, como lidar?

1) Cunhada quer colocar nomes de 20 pessoas (que você não conhece) na lista.

Puxa, cunhada, claro que pode colocar! Quer meu vestido de noiva emprestado no dia, também?

sarcams

2) Tia que quer convidar a vizinhança inteira – dos tempos que você jogava pega-pega na rua. Nos finais de semana. Nas férias de verão. Mas só por 1 ou 2 aninhos.

Tudo bem, tia, pode chamar. Eu já fechei a lista e o buffet, mas deixo de chamar meus amigos para que os seus possam ir.

zooey118

3) Madrinha de casamento querendo que o novo peguete meia-boca dela seja padrinho, só pra entrar com ela.

Amiga, eu te amo, mas, com todo o respeito…

pqnXV9o

4) Criatura que nem olhava na sua cara, ou nem falava mais com você, mas ao saber que você vai casar, automaticamente é sua ~melhor amiga~

– Amigaaannnn, vai casaaaaaar?

(aliás, você já deve ter ouvido MUITO isso.)

1443014388-55aa5e92347ef18072015141130
(What? Ela tá falando comigo?) – Ah, sim, vou hehe

–  Ainnnn que amooooor, eu sempre soube que você e o Márcio ficariam juntos pra sempre!

tumblr_m8g7d8Sm221qeiocm
– Márcio? (quem diabos é Márcio?)

– Fico na espera do convitinho, tá, migan?

nobabynogif
– Puxa, é que a festa é só pra parentes e amigos PRÓXIMOS…

E se alguém reclamar que você não convidou X, ou que convidou Y, eis como você deve reagir:

tumblr_mc9jhmcHWF1r82bbmo1_r1_500

Bom final de semana!

%d blogueiros gostam disto: