No último post, começamos o assunto Casamento Civil, falando da documentação necessária e algumas dicas.

casamento-civil.jpg

Hoje vamos falar dos tipos de casamento civil:

Casamento em Cartório

Celebrado na sala de audiência ou local determinado pelo cartório. A cerimônia é realizada de forma pública, com as portas abertas e 2 ou mais padrinhos.

Casamento em Diligência

Celebrado fora do cartório, em buffet, salão ou onde os noivos solicitarem. Também deve ser realizado com as portas abertas, mas dessa vez com 4 ou mais padrinhos.

Casamento Religioso com Efeito Civil

Celebrado fora das dependências do cartório e também de portas abertas, mas quem preside o ato não é um juiz, e sim um a autoridade religiosa. Depois da cerimônia, o casal não recebe uma certidão de casamento, mas um termo de casamento, que deve ser levado ao cartório em até 90 dias para regularizar o casamento. Caso isso não seja feito, os noivos continuam sendo solteiros legalmente.

Conversão de União Estável em Casamento

O modus operandi é exatamente o mesmo do casamento em Cartório; a única diferença é que não há cerimônia. Após 15 dias da entrada na conversão, o casal pode retirar a certidão de casamento e o casamento começa a valer a partir dessa data.

 

 

Não sou advogada e nem especialista no assunto, então pode ser que tenha falado alguma besteira, né? Tudo que escrevi aqui foi com base nas minhas pesquisas e experiência com meu próprio casamento. Caso tenha aqui alguma informação errada, por favor, comente que eu corrijo 🙂

Comente