Casada há cerca de 8 meses com o Lucas, Mari nos conta sobre como o momento do casamento é mágico – e que sim, dá vontade de reviver tudo de novo!

mari1

Blog Tô Casando: Seu casamento foi há alguns meses. E aí, casaria de novo?

Mari: Com certeza! Pra falar a verdade, a princípio eu acreditava que a oficialização do casamento (cerimônia + festa) seria algo desnecessário… Mas quando comecei a viver “a vida de noiva” me transformei! Hoje tenho certeza que foi uma experiência mágica, faria de novo… e de novo!

BTC: Quando você fecha os olhos para se lembrar daquele dia, qual a primeira imagem que vem à sua mente?

Mari: De nós entrando no salão de festas com nossos familiares e amigos presentes pra nos prestigiar!

BTC: E quando você se lembra dos preparativos, qual a lembrança mais legal? E a mais irritante?

Mari: Eu sou bem babona em falar do meu casamento! Tenho várias lembranças boas… Mas a minha preparação (cabelo, make, vestido, etc.), acho que é a melhor!

De irritante… Não tem como esquecer algumas pessoas que surtaram mais que eu… Sabe como é?! Acho que sempre tem aquele parente que acha que é mais imprescindível que a noiva! risos

mari2
Como diria a minha mãe, “esse vestido parece uma cocada!” *_*

BTC: Qual foi seu primeiro pensamento no instante em que entrou na cerimônia?

Mari: Acho que não foi bem um pensamento, e sim uma sensação: parecia que eu era uma princesa da Disney!

mari1a

BTC: Eu morro de medo de ter uma crise de riso na cerimônia. Você teve vontade de rir em algum momento?

Mari: Em vários momentos! Eu sempre rio em momentos inoportunos! Minha cerimônia foi bem descontraída, então os meus surtos de riso ficaram no contexto.

BTC: Vocês mesmos escreveram seus votos ou fizeram os votos mais clássicos? Se vocês escreveram, há alguma frase que o seu marido disse que você nunca vai se esquecer?

Mari: Não tivemos aqueles votos mais elaborados, como acontece nos filmes americanos. Mas relatamos ao padre um resumão da nossa história, com acontecimentos e datas importantes. Então, conforme ele ia falando, eu ia me lembrando do quanto meu marido é importante e o quanto sou feliz por tê-lo comigo!

mari2a

BTC: Hoje, olhando para trás, há algo que você faria diferente?

Mari: Analisando o todo, não! Mas, tem só um detalhe (que não foi tão pequeno assim), que eu jamais faria novamente: como muitas noivas paulistanas, eu fui alugar meu vestido na Rua São Caetano, e tive uma péssima experiência! Hoje é uma piada entre nós dois, mas foi péssimo! Em resumo, eles estragaram meu vestido faltando 3 dias pro casamento, e somente depois de um barraco homérico eu consegui um vestido bacana.

vera verao
Ter essa reação quando estragam seu vestido de noiva: acho justo.

BTC: Conta aí: teve algum momento muito engraçado na festa?

Mari: Somos muito patetas, acho que meu casamento foi muito engraçado! Mas o DJ foi uma piada à parte! Ele não seguiu muito a lista que fizemos, então na hora da valsa ele soltou uma música nada a ver, de balada. Mas o legal é que pareceu proposital e todos foram pra pista de dança.

mari3

BTC: Há alguma dica ou mensagem para as futuras noivinhas?

Mari: Encontrar alguém pra amar a vida toda é uma coisa que merece ser celebrada! Façam tudo aquilo que sempre sonharam! Esse momento é maravilhoso e único.

mari2b
<3

Gente, se o DJ fizesse isso comigo eu não ia conseguir ver graça; ia esganar ele! #mejulguem

Sei que temos que encarar imprevistos com bom humor, mas EU, particularmente, escolhi com meu noivo a música da dança com tanto cuidado… Acho que nós dois mataríamos o cara na hora hahaha

Quanto à Rua São Caetano, eu aluguei o meu lá e até agora não deu nada de errado… Claro, pelo visto em até 3 dias antes do casamento muita coisa por acontecer, mas vamos torcer para que dê tudo certo… Mas olha, vendo as fotos nem dá pra imaginar o que fizeram pra estragar o vestido, e independente do que tenha sido, conseguiram arrumar, porque ele está lindo e perfeito!

De qualquer modo, noivinhas, é sempre bom buscar referências das lojas de vestido (embora imprevistos sempre possam acontecer), afinal, ele é quase tão importante (e difícil de se encontrar) quando um amor verdadeiro…

E fico muito feliz que minha amiga Mari tenha encontrado! <3

2 comments on “Entrevista com a noiva – Mari L. S. Sampaio | #JáCasei”

Comente